Notícias

Área de recuperação de crédito do NWADV cresce 200%

Escritório oferece serviços de análise para empresas afetadas pela pandemia

13 de maio de 2022

Com o abrandamento das regras sanitárias, o Nelson Wilians Advogados (NWADV) está experimentando um aumento na área de recuperação de crédito. De julho do ano passado até o fim de abril de 2022, a procura por esse tipo de serviço jurídico saltou 200%, ou seja, um crescimento muito acima do registrado no mesmo período de 2018 a 2019, que ficou em 30%.

“Com essa possibilidade, que surgiu da necessidade do mercado, reforçamos nossa estrutura em várias partes do país”, explica Nelson Wilians, fundador e presidente do NWADV. “Na filial de Campo Grande, por exemplo, segunda maior do NWADV, com aproximadamente 500 colaboradores diretos e indiretos, foi criado um núcleo exclusivo para o setor”, aponta.

Na área de renegociação de contratos, o escritório está oferecendo serviços de análise para empresas afetadas pela pandemia, principalmente de locação, financiamento e seguro. O foco está na elaboração de um plano estratégico de renegociação, com a respectiva condução de mediação pelos experts de cada área de atuação no NWADV.

“Em um país com dimensões continentais, a capilaridade do nosso escritório é um dos grandes diferenciais. Além de agilidade, oferecemos um atendimento personalizado na apresentação de soluções, em cada região”, acrescenta o vice-presidente do escritório e do NW Group, Fernando Cavalcanti. “Contamos ainda com sistemas tecnológicos de última geração para realização de videoconferências, assinatura eletrônica de documentos, entre outras ferramentas para esse tipo de prestação de serviço”, acrescenta.O NWADV é o maior escritório full service do país, com uma carteira de 20 mil clientes pessoas jurídicas. Além de ter estrutura própria em todo o Brasil, conta com representação em países da América Latina, Ásia e Europa.“O fato de estarmos presentes em todas as capitais brasileiras e de ter em nossos quadros advogados altamente capacitados nos coloca em vantagem para alcançar os principais objetivos de nossos clientes”, complementa Nelson Wilians.

Notícias Relacionadas

Notícias

Bolsonaro desrespeitou decreto ao aglomerar, mas não fez propaganda

Advogadas avaliaram possíveis infrações cometidas em ato

Notícias

Juristas discutem a prova ilícita no Direito Penal

Debate reunirá os advogados Bruno Salles e Fabiano Cabral Dias

Send this to a friend